sexta-feira, 25 de maio de 2018

Concurso Nacional de Leitura

 Dia 23 de maio, à tarde, o Agrupamento de Escolas de Mondim de Basto esteve representado pela aluna Catarina  Moura da Silva (7.ºC) na fase interconcelhia do Concurso Nacional de Leitura que decorreu no Theatro-Club da Póvoa de Lanhoso.
No evento, estiveram presentes  alunos dos diferentes concelhos que integram a CIM do Ave!
 Mondim também disse presente!
Mesmo se não passamos à fase final, valeu a experiência!
 Parabéns, Catarina!
Para o ano, voltaremos a desafiar todos os alunos.
 Esperamos que sejam muitos a participar e a levar bem alto as cores do Agrupamento!

Os professores de Português






quarta-feira, 23 de maio de 2018

Maio de 68. 50 anos depois.




A "crise" de maio de 1968 começou por ser uma contestação estudantil 
francesa que teve réplicas nos demais países desenvolvidos, desde os EUA ao Japão. Existia todo um mal estar profundo no seio dos estudantes, iniciado já em março com algumas agitações. O detonador da crise apareceu em Nanterre, nos arredores da capital francesa, feudo “esquerdista”. Assim, depois de repetidos incidentes, entre os quais a ocupação pelos estudantes, a Faculdade de Nanterre foi fechada a 2 de maio. Grupos de esquerda, revoltados "contra a sociedade de consumo", o ensino tradicional e a insuficiência de saídas profissionais, decidem opor-se pela "contestação permanente".Inicia-se logo aí o movimento dirigido por Daniel Cohn-Bendit.  Os estudantes ocupam, depois, a Universidade da Sorbonne, sofrendo uma dura intervenção policial. Geram-se tumultos, entrando-se num ciclo de provocação e repressão, violência e …uma manifestação estudantil em Paris com 600.000 estudantes. Tudo isto podes reviver se visitares a Biblioteca da tua escola onde, as professoras de Francês, Noémia Rodrigues e Elsa Oliveira, montaram uma exposição de cartazes de "fino recorte", a trazer-nos à memória os momentos mais significativos daquele acontecimento. Para te sentires ainda mais embrenhado terás, em permanência, música francesa da época. 

 







quarta-feira, 16 de maio de 2018

Iniciação à Ilustração

Hoje, dia 16 de maio, na Biblioteca do Agrupamento de Escolas de Mondim de Basto, tivemos connosco  o animador e ilustrador Sebastião Peixoto que veio apresentar a obra "As 5 ânforas de ouro", um livro com texto de Joana Luísa Matos e com ilustrações do próprio Sebastião Peixoto.
As sessões contaram com alunos do 5º e 6º ano, respetivamente o 5º B e o 6º B, que seguiram atentamente o ilustrador e, no final, fizeram imensas perguntas, onde nenhuma ficou sem resposta. 

No final o autor ofereceu à biblioteca o trabalho que desenhou.








terça-feira, 15 de maio de 2018

A Bela Infanta

Mais uma vez a professora de português levou-nos para lá das aulas simples e chatas de sempre dentro da sala. Como estamos na fase dos poemas, decidimos encenar um poema narrativo “A Bela Infanta” de Almeida Garret. Dias e dias a decorar, Infanta "práqui", Infanta "prácolá" … Finalmente chegou o dia da representação, 15 de maio. No intervalo de 20 minutos da manhã, o nosso destino foi a biblioteca. Houve duas personagens e um narrador que levaram consigo vários adereços para tornar a peça mais teatral. O resto da turma esteve lá a dar apoio. O nervosismo tomou conta de nós… Até houve uns pequenos deslizes. Mas errar é humano e é com os erros que se aprende.
A turma do 6º A.

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Dia das Ciências Sociais


O Dia da Europa, observado a 9 de Maio de cada ano, marca a apresentação da Declaração de Schuman, em 1950, que propunha a criação de uma Comunidade do Carvão e do Aço Europeia, precursora da atual União Europeia.
A ideia da comunidade era que os membros fundadores – França, Alemanha, Itália, Holanda, Bélgica e Luxemburgo – unissem esforços e recursos inerentes ao comércio do carvão e do aço para criar um mercado comum ao serviço do seus interesses, ganhando assim direitos de importação e de exportação.
O tratado que rege a comunidade foi assinado em Paris em 1951 e entrou em vigor no ano seguinte.
O projeto inicial permitiu aprofundar a integração económica desses países e criar depois a Comunidade Económica Europeia, com a assinatura do Tratado de Roma em 1958.
O Acto Único Europeu de 1985 fixou o objectivo de criar um único mercado comum, enquanto o Tratado de Maastricht em 1992 viu o nascimento da União Europeia, em seguida, com 12 países, definindo o caminho para a atual União Económica e Monetária.
Também para comemorarmos este dia, decorre hoje na BECRE da EB 2,3 de Mondim de Basto o dia do Departamento das Ciências Sociais e Humanas, encontrando-se patente à comunidade escolar um conjunto de exposições de trabalhos realizados pelos alunos, nas disciplinas que integram o departamento, alusiva ao património cultural nacional e local, seja físico, moral, político, natural ou gastronómico, em articulação com ET e alunos dos cursos profissionais, bem como passar em revista os principais acontecimentos deste dia ao longo da história universal.
Ao mesmo tempo que os alunos e professores visitam as diversas exposições podem assistir a um filme de EMRC sobre atividades que a disciplina já dinamizou este ano letivo e a um outro sobre a entrada e percurso de Portugal na EU.
A exposição estará patente até sexta-feira e pode ser visitada por toda a comunidade educativa.

sexta-feira, 27 de abril de 2018

Amadeo, e Depois

A Fundação Calouste Gulbenkian ofereceu e a biblioteca disponibiliza a quem quiser ver.